segunda-feira, março 4, 2024
HomeUncategorizedO controle técnico de veículos de duas rodas permanece incerto

O controle técnico de veículos de duas rodas permanece incerto

Previsto para 1º de outubro, o controle técnico dos veículos motorizados de duas rodas gerou polêmica por mais de um ano e acabou não sendo aplicado após a decisão do governo de adotar medidas alternativas.

No entanto, o capítulo está longe de ser encerrado. Ocupado por várias associações ambientalistas, o Conselho de Estado voltou a chamar o executivo à ordem.

O mais alto tribunal administrativo do país apela, assim, à realização de inspeções técnicas de motociclos e scooters de acordo com as diretivas emitidas pela UE em 2014. Para justificar a sua decisão, o Conselho de Estado sublinhou que as medidas alternativas anunciadas pelo governo não não cumprem os critérios estabelecidos por Bruxelas.

Não há detalhes sobre a implementação e as condições de aplicação

A decisão do Conselho de Estado não especifica o modo de execução e as condições de recurso à fiscalização técnica de veículos de duas rodas.

Ele apenas indicou que a implementação dessa medida dependeria da emissão de portarias pelo executivo. Mencionou ainda que a sua entrada em vigor dependeria de “um aumento gradual da carga”.

Com o aumento do risco de acidentes com ferimentos graves enfrentados pelos motociclistas, a manutenção de seus veículos e o uso de equipamentos de proteção devem estar no topo de sua lista de prioridades.

Além disso, necessita de um seguro moto adaptado às suas necessidades. Para encontrar a oferta que oferece a melhor proteção pelo preço certo, é uma boa ideia comparar várias ofertas online antes de fazer sua escolha.

>> CLIQUE AQUI PARA COMPARAR SEGURO DE MOTO <<

Defensores ambientais pedem ao governo que honre seus compromissos

Na sequência da decisão do Conselho de Estado, e para evitar qualquer ambiguidade sobre o assunto, os ecologistas pediram ao Governo que respeite os compromissos assumidos.

Uma carta solicitando a adoção das medidas necessárias para estabelecer o controle técnico de motocicletas e scooters foi, portanto, enviada a Elisabeth Borne por meio de seu advogado.

É preciso dizer que o caso constrange os dirigentes do país, mas eles sempre souberam dar hora a hora.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Les plus populaires